Um texto bem clichê

Era um dia chuvoso a primeira vez que te chamei, tava deitado na cama atualizando o Instagram e ver um dia de Sol no teu story foi no mínimo diferente.

O início ficou ruim pra mostrar a qualidade das primeiras mensagens que te enviei. Não sei explicar bem o porquê, mas passava pelo fato de que eu fui tão cara de pau, e desacreditei quando despertei algum interesse de ti.

Você acredita em astros e talvez neles estejam a explicação da gente ter se dado tão bem. Diferente de ti, sou meio cético na relação que os planetas têm sobre a nossa personalidade, mas caso eles digam que a gente combine, quem sou eu pra contrariar né? Sou pequeno demais perto do cosmos para contrariá-lo.

Mas admito que se não dissessem, os ignoraria. Quem me lê me entenderia se visse o tom mel dos teus olhos.

Entendo que seja clichê falar disso, mas pior do que ser clichê é não tornar evidentes os traços tão lindos da personagem desse texto. Por isso se acostume com as linhas e não estranhe se do nada elas começarem a virar poemas.

Já que eles provavelmente seriam reflexo do teu corpo, linhas sinuosas demais para serem retratadas em parágrafos retos e bem pontuados. Precisariam de espaço onde para deixar claro tudo que as minhas mãos descobriram e que imagino encaixar tão bem na minha boca. Assim como a tua na minha.

Os fios, escuros e longos, poderiam ser parágrafos, extensos demais para serem lidos na tela de um celular e aqui agradeço ao elástico que os segurava num rabo de cavalo. Já que se não fosse ele, não teria tido tanta liberdade para conhecer um pouco do teu pescoço.

E poucas coisas nesse mundo são mais gostosas que um beijo no pescoço.

Talvez as bochechas, agora coradas, sejam uma das partes mais sutis de ti. Já vi muitas bochechas corarem, mas nunca alguma delas teve como acompanhamento um sorriso tão sincero e – que se encontrasse num rosto igualmente – lindo.

Entendo que não goste de elogios, as vezes eles soam falso demais, artimanha barata pra arrancar um beijo ou outro. Por isso, só pra te contrariar um pouquinho, fiz algumas linhas recheadas deles e embora espero que eles te arranquem mais alguns beijos, são sinceros.

@brunoamador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s