Sempre se assemelhou muito ao mar

Sempre se assemelhou muito ao mar
Revolta, me afastava no início. Suas ondas quebravam bem quando a água começa a chegar na cintura, nunca foi de permitir que as pessoas adentrassem no seu território ou ficassem muito tempo ali. Demarcava bem os limites e ai de quem cruzasse a linha. Não foi uma, nem duas vezes, que expulsou pessoas da sua vida.
Era fria, mas não o suficiente pra travar seus movimentos, muito pelo contrário. Sua correnteza me levava de um lado ao outro e foi numa dessas extremidades que resolvi mergulhar. Embaixo d’agua, passei pela arrebentação, ouvi todo o caos na superfície e quando emergi, vi. A água era mais quente, o mar mais calmo e por incrível que pareça, não precisava lutar para permanecer ali.
E foram alguns meses nessa calmaria, de longe eu ouvia as pessoas tentando entrar, mas seletiva como poucas, não vi ninguém passar. Era um pouco carente e por isso demandava atenção, era fácil me perder na sua imensidão, então com calma me mostrou alguns caminhos pra me fazer chega mais rápido até a sua boca. E de tanto andar por esses caminhos, encontrei seu coração.
Outro dia saímos para beber, com o cabelo solto parecia ainda mais bonita com a garrafa de cerveja na mão, a garrafa combinava com as suas unhas, sem esmalte, porque a maresia o desgastava, mas longas. Longas para deixar marcas quando as coisas esquentassem. E embora parecesse o mar, com ela era muito fácil ter fogo.
E como um pouco de calor nunca fez mal a ninguém, acabamos tomando o mesmo rumo naquela noite.  Acordamos juntos, a manhã foi preguiçosa, enrolou pra sair da cama e por causa da ressaca, derrubou tudo que tinha pela frente pra buscar o copo d’agua que deixou em cima da bancada. Riu, quando viu o caos.
Ela me lembra muito o mar e chega a ser infinita, me inundou com as suas águas, me refrescou com a sua brisa e com a sua correnteza, me fez ficar. Nunca foi de prender pessoas, mas sempre soube como fazê-las ficar (se assim quisesse). E saiba, se quem está na chuva é pra se molhar, caso queira ficar com ela, é pra ficar encharcado.
Me segue no twitter! <a class=”twitter-follow-button” href=”https://twitter.com/brunoamador?ref_src=twsrc%5Etfw” data-show-count=”false”>Follow @brunoamador</a>http://a%20href=
<a href=”https://umquartodepalavras.com/bruno“>Bruno Amador</a> – clique para me conhecer melhor.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s