Existem coisas que são para ser

É engraçado usar esse título pra um texto falando de nós. Há dois anos essa mesma afirmou que não éramos para ser e para não negar a cabeça dura, preciso admitir que estava parcialmente certo.

A gente não era para ser naquela época, mas, vou falar baixinho para ninguém ouvir, a culpa foi boa parte minha. Era infantil demais pra lidar com algo mais profundo naquela época e acredito que ainda estou aprendendo a conviver com o tamanho do sentimento. Assusta.

Mas assim como a maçã devia cair na cabeça de Newton, o nosso destino não deveria ter se longevizado naquele ano.

Até porque dificilmente nos aturaríamos até hoje em dia. A gente é meio complicado, vai.

Mas o tempo, esse agente que insiste em trazer tantas mudanças, resolveu nos dar outra chance.

E não demorou até eu perceber que nós, inevitavelmente, somos para ser. A gente parece certo, a gente se encaixa, a gente se entende (às vezes) e por maiores que possam ser as nossas diferenças, são elas que fazem nós sermos nós. Se não fosse o teu pé no chão, os meus provavelmente orbitariam outros planetas. Sou muito sonhador e por mais que não faça mal pensar grande, é muito mais gostoso viver uma realidade em que os nossos passos caminham lado a lado.

Chega a ser engraçado como minhas manhãs perdem um pouco da graça sem o teu corpo me espremendo contra a parede. É um amor diferente, muito mais companheiro do que aquele típico amor adolescente que a dependência vira comodidade.

Somos duas pessoas, que completas por si só, se suplementaram. Não que a gente não consiga viver sozinhos, mas é inegável que as coisas são melhores quando nós estamos juntos. Digo, com certa convicção que em você encontrei o amor que há muito procurava, sem nem mesmo saber que o procurava.

É difícil explicar o sentimento, mas acontece quando a gente se olha. É como se quando eu te olhasse eu enxergasse algum futuro muito mais bonito. Talvez isso aconteça pelo tom de verde que teus olhos têm, ou porque algo estala na minha cabeça cada vez que nossos olhares se encontram. Estar com alguém pelo que a pessoa é, é realmente gostoso, mas a gente bate até no que queremos ser.

Você esquerda, eu direita, guardada nas devidas ideologias a gente tem muito em comum no futuro. Filhos, viagens, casamento, empregos e o que mais importa, admiração. Te admiro como admiro grandes ídolos na minha vida, você me inspira e chega a ser difícil te colocar em palavras, parece desvalorizar tentar limitar à caracteres algo tão grande.

Existem coisas que são parar ser e isso a gente não explica, a gente não descreve, a gente sente. E é inexplicável o que eu sinto por você.

Me segue no twitter! https://platform.twitter.com/widgets.js

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s