Pra não dizer que não falei das loiras

Admito que demorei muito pra fazer esse texto por nunca sabe o que falar sobre a mulher loira. Sei que é clichê demais, mas eu invariavelmente acabava sem palavras quando resolvia falar sobre elas, era muita informação pra digerir e eu precisava sentar pra pensar em algo. Não que eu tenha conseguido fazer algo que faça jus à beleza delas, mas ficou legal e mais ou menos assim.

Nascidas no norte Europeu e aperfeiçoadas no sul da América, as loiras brasileiras carregam esse contraste dos dois continentes consigo. Possuem a beleza europeia com a fervura latina, encontraram aqui o que faltava lá. O Sol. o Sol e a loira podem não ser melhores amigos, mas se complementam, o brilho nos fios aumenta conforme os raios penetram na nossa atmosfera e o Astro maior do nosso sistema fica com inveja da competição e acaba queimando a sua pele.

Acredito que todo homem alguma vez já se apaixonou por uma loira. E não só pela beleza, mas por tudo que ela leva consigo. Ela tem uma atitude diferente, leve e sorridente deixa o dia de qualquer cara melhor, companhia pro bar, cinema e balada. A loira é multitasking xinga na mesma intensidade que ama, beija com a mesma intensidade que te atrai. Ela é fatal e sabe disso.

É incrível a capacidade com que os fios loiros combinam com qualquer tipo de olho, se forem azuis é como você ter o mar e o Sol no mesmo lugar, misture-os e veja o verde surgir, a loira de olhos azuis reúne o mundo no rosto. Se forem verdes, são joias preciosas, uma combinação rara e que merece ser admirada. Se forem escuros, se fascine com a dualidade entre o claro e o escuro, trazendo toda a imensidão que um ser pode ter.

Loura em alguns lugares, loira em outros, a única constante é a capacidade delas de fascinar. Já foi tachada como burra em busca de algum motivo pra satirizar algo que não vem desse mundo. Estrelas de filme, rainhas de bateria e reinos, loiras são símbolos da estética e do poder. Gisele Bundchen? (um pouco) Loira, Angela Merkel? Loira. Loiras ajudam esse blog a existir, sem elas muito texto, poemas e até esse escritor que vos fala não existiria.

Obras de arte, de anjos, de Deus. Loiras.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s