Você podia vir aqui

Pra eu poder te observar e entender como alguém do teu tamanho pode ocupar tanto espaço no colchão. Pra admirar o jeito que você segura o edredom, fazendo uma trouxinha com a ponta dele, como se o cobertor fosse a tua maior proteção. Pra poder sentir o teu cheiro e teu corpo junto ao meu por mais tempo, pra sentir o teu calor.

Eu podia ter demorado mais para sair da cama.

Pra gente poder brincar com os cobertores e com as luzes apagadas se guiar pelo tato. Buscando o limite dos nossos corpos e aumentando gradativamente a temperatura embaixo do edredom. Pra gente suar um pouco e colocar em dia toda a academia que não fizemos durante a semana. Pra eu poder colorir um pouco o teu corpo depois que Sol resolveu atuar no meu lugar. Pra gente matar a saudade depois de tanto tempo viajando.

Eu podia ter te beijado por mais tempo.

Pra poder sentir todo o fervor da tua boca e ficar sonhando acordado, com a minha cara de bobo, por uma semana, até eu te ver de novo. Pra tirar cada pedaço da tua roupa e deixar ela jogada no chão do quarto. Pra sentir o teu gosto depois de morder de o teu lábio e ver seu riso bobo quando abrir os olhos e ver que cada centímetro das nossas peles estavam juntos.

Eu podia ficar até o amanhecer.

Pra te fazer café e ouvir você reclamar que eu só bebo nescau. “Você parece criança” diria a adulta usando meia rosa e camiseta antiga do colégio. Pra deitar de novo contigo e colocar algum filme na TV. “Para quieto!” Você ia falar depois que a minha boca reencontrasse o caminho do teu pescoço e controlaria o percurso da minha mão, evitando que eu me animasse. Só pra eu insistir um pouquinho mais, você sorrir e falar que eu não presto, puxando o coberto pra cima enquanto sobe no meu colo.

E eu podia ter escrito mais.

Só que essa história só vai existir quando você parar de enrolar e vir logo aqui.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s