Quando você cansa da sua paixão

O dia que você cansar de gostar de alguém, vai ser um dia de alívio. E você saberá quando esse dia chegar.
A experiência de gostar de alguém é extremamente importante para nossa maturidade. Como seres humanos que somos, só aprendemos quando erramos ou quando realmente quebramos a cara.
E nossas paixões podem dar certo ou não. Você pode começar a gostar de alguém que gosta de você ao mesmo tempo. Isso seria bastante improvável, mas acontece. Nesse caso, as chances de que algo dê errado são pequenas, mas ainda assim, existem. Nossos momentos de vida são diferentes. Pode ser que você esteja almejando algo muito diferente do que a pessoa que você gosta deseja para seu futuro, ou vice versa. E é aí que o amor não entra como primeiro plano, sendo deixado um pouco de lado. Isso é ainda mais triste que ter uma paixão não correspondida, porque as duas partes sabem que se gostam, mas por algum motivo da vida, acabam não ficando juntas.
Chegamos ao ponto básico das paixões e da experiência ruim do amor que eu queria falar. A paixão que não se corresponde. O amor dentro de você que não se concretizar, não se torna realidade. Você doa tudo de si, chama no whats, chama no Facebook, chama pra sair, chama de nenê, e nada. Nada que você faça, por melhor que seja, vai te tirar sua situação de ser apenas um lance ou apenas um amigo.
Lembrando que: ninguém é obrigado a gostar de você. Não estamos lidando com pessoas ruins que não sabem amar. Você simplesmente, não foi o escolhido ou a escolhida, nesse caso. A diferença é que quando se é apenas um amigo, pode ser uma confusão na sua mente que projetou a pessoa como uma possibilidade de paixão pela proximidade que você tem com ela.
E quando temos aquele famoso rolo, que acaba ficando um pouco mais sério, mas apenas para um dos lados? Essa é a parte dolorosa de todo esse processo chamado amor. Quando você vive um belo momento, e logo depois, tudo se perde. A pessoa parece não demonstrar mais interesse, dá umas ignoradas, uns cortes, deixa você na mão de vez em quando… Horrível, né? Mas, relaxa, todo mundo já passou por isso.
O ponto que o texto devia trazer pelo título, é a descrição do momento que você ainda gosta de uma pessoa, mas realmente, correr atrás dela se tornou um fardo pesado demais para que isso continue acontecendo.
Você ainda pensa nela, acha que seria legal se as coisas fossem diferentes, ou se voltassem a ser como no começo, mas todo esse processo chato de tomar bolo atrás de bolo fica insuportável. É basicamente a sua mente gritando na sua orelha pra você parar de ser trouxa. E acredite, isso é extremamente racional.
Quando você passa a pensar de forma racional, significa que a paixão em si já não é tão forte e talvez, tenha até passado por completo. Apaixonados, fazemos coisas meio babacas e damos muito espaço pra emoção.
Só que ficar com o emocional abalado, se magoar com pequenas coisas, perder hábitos do seu dia por causa de outra pessoa que está cagando e andando pra você, passa a não parecer tão interessante.
Então, quando você perceber que cansou de sua paixão, esse vai ser o seu fã de alívio. Pense nisso como o início de uma nova vida e o fim de um período de aprendizado. Tudo vai acabar bem.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s