São os teus detalhes

É a tua voz fina e o sotaque paulista bem forte que preenchem a minha cabeça quando começo algum parágrafo. Teus “meus” e “manos” que me fazem sorrir enquanto escrevo e o teu sorriso moldado por anos de aparelho que não me deixa piscar ao meu aproximar de ti. Foi a tua unha que marcou minha pele e teu beijo que me atrai cada dia mais.

A pinta na ponta do teu nariz me inspira e a do teu queixo me faz suspirar. Teu perfume impregnado nos meus travesseiros me fazem dormir melhor e é o teu bom dia logo cedo que me faz acordar sorrindo. O teu jeitinho todo falante que faz eu querer te ver toda semana. Até porque, além de ótima companhia, você é linda.

É o teu gosto por elogios e atenção que acabou recheando meus textos com hipérboles.

São teus olhos que fazem os clichés. A tua beleza que produz as metáforas e o teu jeito de ser compõe as oposições que dão graça às minhas linhas. Tua calma pela manhã faz qualquer texto iniciar sereno, atraindo os leitores. A tua agitação noturna causa os finais marcantes, que arrancam suspiros e deixam um gosto de quero mais.

É a tua inconstância que causam os clímax das histórias e esse teu jeito todo desesperado que acabou encurtando alguns períodos. E são os teus olhos que me fazem viajar.

Sem muito esforço você consegue ser poesia e produzir poemas tão épicos que Homero ficaria de queixo caído. É a tua cara de interrogação depois de ler esse trecho que me faz pôr ele no texto, só pra depois você vir pergunta quem que foi Homero e se fascinar quando eu dizer que te comparei aos dois principais poemas épicos gregos.

É o vermelho da pele do teu rosto que colore minhas palavras, dos teus lábios que produzem meus pontos e as vírgulas, são os suspiros que você me arranca. É a tua bochecha o alvo das mordidas tanto aqui, quanto aí desse lado da tela. É seu o empurrão que eu vou levar e o corpo que eu vou deitar na cama. São os teus detalhes que produzem textos como esses e saber que você vai ficar toda sem graça o lendo que me motiva a escrever.

É você que será vítima das minhas próximas linhas.

Só que essas não serão escritas.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s