Ela é mulher

Ela acorda e enrola para sair da cama, revisa seu dia e calcula quantas horas faltam para ela voltar a dormir, conclui que seus dias são longos demais e queria ter mais tempo para ver séries. Lava seu rosto passando os dedos com força embaixo dos olhos para amenizar as olheiras, se irrita com a espinha que acabou de aparecer na testa e cobre as suas imperfeições com maquiagem, mal ela sabe que são essas imperfeições que fazem ela ser única. Odeia algumas pintas, às vezes jura que tem uma orelha maior que a outra e não gosta de prender o cabelo, até por isso odiava as aulas de educação física na escola.

Mas nem por isso ela faz feio nos esportes, ouro no judô e salto a distância, faz crossfit, academia, ballet, jazz e natação sem perder a elegância. Ela é multitarefas, fala no celular enquanto se perde no waze, responde o crush enquanto faz o cabelo, canta enquanto escolhe uma roupa, encanta depois de pôr.

Dorme tarde, acorda cedo, sente sono depois do almoço e fome antes de deitar, fica puta quando borra a unha, mais puta ainda quando quebra ela, sofre na depilação, cisma que as sobrancelhas estão desalinhadas e que a combinação que ela montou não ficou boa.

Sempre teve o pé no chão nunca foi de esperar o príncipe encantado fazendo suas tranças, até porque ela não sabe fazer tranças, nunca foi princesa e imagina que ter um príncipe deve ser um saco. Gente muito educada cansa. Prefere os caras que as vezes mandam uma mensagem bêbado declarando o seu amor, pelo menos esses são reais. Ela também gosta de beber às vezes, Jesus transformou água em vinho, ela transformava vodka em caipirinhas, cada um com o seu dom. Além de caipirinhas é dotada de uma capacidade sem igual de fazer os outros sorrirem.

Ela já foi esquerda, direita e centro, agora ela é desacreditada. Não suporta mais ouvir falar de política. Ultimamente tem ligado a TV pra pôr no Netflix, o aparelho da Net faz decoração. Tenta acompanhar mil séries ao mesmo tempo e acaba se perdendo nos episódios, esquece os nomes dos personagens e começa a se referir à eles como, “aquele loiro lá” ou “o cara gato que dormiu com a menina bonitinha”.

Nem pense em regular o tamanho da sua saia, aceita brincadeiras de amigos, mas não ouse impedi-la de sair por isso, não ouse impedi-la de sair a não ser que possua em mente alguma ideia melhor ou qualquer coisa que envolva chocolate e cobertor. Não pergunte se ela está de TPM ou se ela engordou, o seu olhar de ódio possui raio laser, mira na tua alma e destrói o coração.

Leva o mundo dentro da bolsa, água, batom, rímel, pó, base, corretivo, perfume, guarda chuva, blusa e um carregador pro celular. Não vive sem o celular. Tem um grupo de fofoca com as amigas e já fofocou com uma amiga do grupo sobre uma amiga do grupo. Já fez umas cobrices, mas Deus perdoa essas coisas.

Ela é outono, inverno, primavera e verão no mesmo dia. Pode ser o horóscopo inteiro em uma hora. Ela é tudo que ela quiser e defini-la em uma não seria justo. Não seria possível. Porque acima de qualquer coisa, ela é mulher. 

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s