Sinto tua falta


Sinto falta de você e de tudo que a tua presença trazia junto, da felicidade que nos cercava e da embriaguez constante que vivíamos, quando não por álcool, por desejo, por tesão. Substituímos o energético ou refrigerante por esses dois ingredientes e resolvemos tomar a vodka pura, nosso paladar estava totalmente adaptado a acidez do álcool devido ao excesso de beijo que nos dávamos, o gosto da tua boca pode ser comparado com absinto, a única diferença é o efeito. Exponencialmente mais devastador.

Sinto falta do teu beijo e de todo o conjunto de ações que ele envolvia, sentir a tua mão subindo pela minha nuca enquanto eu me afastava aos poucos, fazendo com que o teu corpo avançasse pela cama e acabasse em cima do meu, a tua boca mordendo meu pescoço mostrava o que aconteceria dali pra frente e quem ditaria as regras. E como era gostoso viver o teu jogo, deitar sob o teu olhar, adormecer contigo nos braços e acordar com o teu cabelo no rosto.

Sinto falta da tua coxa embaixo da minha mão enquanto eu dirigia, das broncas quando eu avançava o sinal ou começava a andar muito rápido, da tua mão na minha nuca tentando me acalmar no trânsito, das tuas músicas no meu som, de tentar te ensinar a mudar a marcha, do teu beijo de despedida depois de fechar a porta do carro e o de boas vindas logo depois de sentar no banco. Sinto falta de dividirmos o mesmo banco, das tuas costas acionando a buzina e da suavidade com que a tua voz entrava no meu ouvido ao pedir para eu subir sem fazer barulho.

Sinto falta da tua perna sob a minha, das tuas reclamações quando eu não ia na academia ou resolvia beber sem te ter ao lado, de todas as tuas tentativas frustradas em tentar fazer caipirinha e da careta que você fez quando bebeu cerveja pela primeira vez. Sinto falta da calmaria que tomava conta do meu dia depois de te ver, da tua simplicidade sempre expressada nas roupas e de você sem elas, sinto falta das tua renda jogada pela cama, da tua mão cravejando minhas costas e do nosso lanche da madrugada que sempre acabava numa cozinha de cabeça pra baixo e preguiça demais para arrumar.

View this post on Instagram

Texto novo em duas horas 😉

A post shared by Um Quarto De Palavras (@umquartodepalavras) on

Sinto falta do teu sorriso e de como ele sempre era acompanhado por um suspiro, às vezes um empurrão bem leve o complementava meio que tentando me afastar, meio que disfarçando a vergonha. Mas o teu sorriso mais gostoso era aquele que você tentava esconder, aquele sorriso que você dava depois que eu te irritava ou fazia alguma merda e te desmontava logo na sequência com meu jeito especial e sempre inovador de pedir desculpas. Sinto saudade do sorriso que você dava ao falar que era impossível ficar brava comigo”. Sempre achei impossível não amar você.

Sinto falta de te buscar em casa e descer para a praia sem hora para voltar, de te buscar no cursinho e matar a aula pra passar a noite contigo, lembro de ter ficado de algumas provas finais por causa disso. Sinto falta de te jogar na piscina e fugir da tua fúria depois de te derrubar no mar, sinto falta de cair na areia e te puxar junto e de sujar o apartamento todo com a areia. Sinto falta do banho depois da praia e de pegar a estrada de volta com você dormindo no banco do passageiro. Sinto falta do teu abraço em busca de segurança nos filmes de terror, das pipocas que você derrubava na cama, do teu colo.

Sinto falta do mundo que descobrimos juntos.

Sinto falta da tua emoção ao ler algo meu, não conseguindo conter o sorriso ao perceber alguma característica nossa jogada pelas linhas. Sentia falta de escrever algo para você, algo que colocasse em outros olhos o mesmo brilho que você colocou nos meus. Então resolvi escrever, tentei elaborar algo para demonstrar que mesmo depois de tanto tempo, ainda sinto falta de nós dois.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s