A gente só quer alguém pra conversar sobre tudo

Na vida, a gente é pego de surpresa. Somos surpreendidos por coisas pequenas, como um pássaro que dá um rasante perto do nosso rosto, fazendo com que a gente arregale os olhos e dê um pulinho pra trás. Outras vezes, são coisas maiores, mais significativas, como uma pessoa que era parte de nossa vida desde sempre e do nada vira super importante. Mas, cá entre nós, o que mais surpreende mesmo, é quando você acha alguém que consegue conversar com você sobre absolutamente tudo.

Já achou alguém assim? Aquela pessoa que acorda às 6 da manhã e já tem assunto. Que mesmo toda descabelada, de mau humor, xingando tudo que vê pela frente, ainda consegue arranjar espaço na mente pra discutir sobre planetas, astrologia, futebol e sobre como o café da manhã podia estar pior.

É aquela pessoa que flui naturalmente sobre o ar. Sua voz simplesmente sai, cobrindo toda a extensão do espaço da conversa, suave, como uma pequena brisa que completa cada pedacinho que está ali. Sem ela, você se sente vazio, com vontade de dizer algumas verdades e sinceridades, mas sem poder dizer isso. Aquela pessoa que te deixa a vontade, como se cada conversa fosse dada enquanto você se encontra deitado em uma rede, desabafando. Que sabe a hora certa de fazer piadas, e a hora certa de contê-las. Que tem as melhores sacadas, mas não aquelas sacadas que qualquer um faria, usando memes já batidos ou coisas assim. Aquele tipo de sacada que é inteligente, pontual, e faz você apreciar a genialidade da hora em que foi dita.

Aquela pessoa que compra coisas de acordo com o que gosta, não com o que os outros gostariam que ela gostasse. E que, ainda por cima, ama discutir sobre o que comprou e sobre o porque de ter comprado aquilo. A pessoa que te diz quando você tá bonito, quado tá feio, quando você tá fazendo charminho. Mas tudo com a sutileza de sempre.

Você pode falar com ela sobre o último filme do Tarantino, sobre a sua camiseta do Clube da Luta, ou sobre sua coleção de canequinhas, e passar surpreendentes 3 horas nesse assunto. Você pode elogiar seu cabelo, sua última foto, e ela vai conversar sobre isso. Ou, você pode zoar com o seu tamanho, com as merdas que já fez na vida, tanto faz. O que importa é que a gente tem assunto pra falar.

Eu torço muito pra quem estiver lendo isso, achar um dia alguém assim. Que fale de A a Z, que torça pra um time específico de cada esporte e saiba explicar a regra do impedimento. Que use citações de filósofos famosos como cantadas improvisadas, e que saiba ver a beleza de aprender a calcular a distância de Marte até a Lua.

Porque no fundo, o que a gente quer, é ter alguém pra conversar sobre tudo.

Lucas Fiorentino – clique para me conhecer melhor.

Curta nossa página ! E se você tiver um nos siga no tumblr !

Também estou no Instagram como @lucasfiore_

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um email para umquartodepalavras@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s