Ela é Mar

Ninguém sabe muito bem como ela nasceu, uns dizem que foi criação divina, outros afirmam: algum milagre cósmico, os filósofos questionam se ela é real mesmo, alguém assim deve ter saído do mundo das Ideias. A única certeza que se tem sobre ela, é que ela veio para ficar.

Ela veio para ficar porque ela consegue ocupar ao mesmo tempo todas as partes do mundo, se não estiver presente fisicamente, com toda certeza deixou sua marca, as vezes é algo no ar que apenas os mais atentos notam, às vezes são marcas visíveis à olho nu, arranhão nas costas é sua marca registrada, seu poder é tamanho que tem gente que jura que ela já derrubou e construiu montanhas, ela altera relevo, clima, ela manda e desmanda no seu mundo.

Quando ela é fria, causa seca no continente, deixando nós morrendo de sede e com uma vontade louca de mergulhar nela. Quando ela é quente, faz chover, pode causar alagamentos em corações alheios. Calor demais causa tempestades e derretimento do gelo que fica nos seus polos, dificultando a navegação nas suas águas devido à icebergs (Titanic que o diga).

Se você agita-lá demais se prepare pra tsunami que virá, ela é perigosa e intensa, é preciso ter cuidado para mergulhar nela, já afogou muito nadador experiente. Os espertos ficam no raso, aproveitando as marolas que vêm de vez em quando. É preciso ter força de vontade para passar pelo seu início, a fase mais agitada, mas ao passar, ela vira calmaria. Te deixará boiar enquanto estiver calma, mas tome cuidado, muitas vezes a calmaria se limita a superfície, as suas correntes são intermitentes e quando você se der por si, já estará longe de casa e completamente a mercê dela e suas manias.

É regida pelos astros, seu humor varia conforme a proximidade da Lua e do Sol, eles definem se ela estará animada, ou triste. Se a semana dela for muito estressante, provavelmente terá ressaca no fim de semana e a sua ressaca é algo de outro mundo, inunda ruas e vasos, derruba qualquer um que tente entrar em seu caminho, apenas o tempo cura a sua ressaca e o tempo deve ser firme, sem chuva e com muito Sol, ela ama o Sol.

As crianças adoram brincar com ela, mas ela nunca teve muito jeito com crianças, são frágeis demais e embora seja bem receptiva a todo tipo de gente, gosta das pessoas robustas, que aguentem as porradas que às vezes ela possa dar, ela jura que é sem querer, mas desconfie da sua honestidade.

Sua voz é uma canção de ninar, se ela começa a falar muito quando estamos deitado acabo deixando-a falando sozinha, algo que é altamente não recomendado ser feito, ela odeia ser ignorada, é carente e precisa de atenção, está constantemente recebendo presente de topo o tipo de gente, no fim do ano gosta de receber flores brancas. Ela é mar e assim como Projota diz na música, ela só quer paz.

View this post on Instagram

Ela é mar. Hoje às 19:00 no blog 😉

A post shared by Um Quarto De Palavras (@umquartodepalavras) on

Ela é de parar o trânsito, literalmente. Na praia todo mundo para um instante para admira-lá enquanto ela se levanta, quando chega nas ruas, os carros param só para vê-la passar, ela é salgada, te dá sede se for consumida, mas pode virar doce se for tratada com carinho, seu sabor é único. Seus beijos te fazem flutuar e o seu abraço te trás de volta ao chão, porque ela gosta de derrubar, te joga na cama e se enrola nos lençóis, gosta quando a cama fica cheia de travesseiros, gosta de mergulhar no meio deles, como se eles virassem um mar, só que de travesseiros. E ela é mar.

Já foi palco de batalhas épicas, vários já tentaram conquistá-la, mas ela sempre deixa claro, ela não é de ninguém, gosta de tirar os outros para dançar, ela vai e vem, te fazendo rodopiar, não demora muito para se despedir e deixa marcas na areia quando vai embora, mostrando que ela já passou por ali, mas ela deixa claro para você não se preocupar, porque um dia ela vai voltar. Ela é única, tão única, que resolvi chamá-la de mar, assim quando ela voltar, eu saberei o que escrever para fazê-la ficar, não dará muito trabalho, é só eu ter muito cuidado na hora pôr o “A”.

Ela é única, tão única que fez o mar, com toda a sua grandeza, virar adjetivo, só para definir a beleza do seu ser. Ela é mar e embora o adjetivo seja masculino só serve para definir as mulheres. Nenhum cara conseguiria ser tão complexo assim.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com.

Anúncios

2 comentários sobre “Ela é Mar

  1. Bom, “só acho” que esse texto descreve bem meu nome : MARistela. Que significa: estrela do mar! (e eu já tinha pedido um texto para tal)
    E, quanto ao meu ser, estrela, nem se você me conhecesse, o teria descrito em tamanha profundidade, intensidade!
    Roubarei esses escritos, e por anunciar, ele será meu, mesmo não tendo sido direcionado.
    Você é demais!!!
    Ps. Sumiu do Snap heim?!?! 😘

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s