Deixa essa vergonha pra lá

Sempre preferi as garotas tímidas, quem lê meus textos já pôde notar que eu sou apaixonado por sorrisos encabulados e bochechas vermelhas. Essa é uma das reações mais bonitas do corpo humano, é um sorriso que você não queria que aparecesse, mas ele ignora a sua vontade e vira instinto, a vermelhidão no rosto, faz você querer se esconder. Ficar sem graça tem uma parte gostosa, principalmente se a reação for causada por outra pessoa, alguma ação inusitada ou elogio inesperado, o sorriso encabulado é a arte do inesperado.

Timidez nunca foi um problema para mim. Até te conhecer. Sempre superava a timidez com umas palavras bem colocadas, um charme meia boca e uma coisas fofas aqui outra acolá, mas você tem sido o meu maior desafio até hoje. Se não é a sua timidez é alguma viagem, se não é viagem, é jantar com amigas, ou festa, ou casamento, ou sabe se lá Deus o quê, nunca fui de desistir e não será agora, quando eu quero algo eu vou atrás. E, pelo menos no momento, eu não quero nada além de você.

Então deixa essa vergonha para lá, o que é ficar um pouco sem graça comparado ao que uma noite comigo pode te proporcionar? Ok foi bem convencida essa frase, mas eu não sei como me expressar melhor que isso e admite que você soltou um sorrisinho quando leu isso. Eu preciso de uma noite para te provar que merecerei diversas outras, aos poucos a vergonha passa, é uma relação inversamente proporcional: quanto maior a intimidade, menor a vergonha, mas é necessário um primeiro passo. Aquele ato de coragem, os 10 segundos de coragem que fazem o garoto gordinho ir falar com a garota mais bonita do colégio, os 10 seguidos qde coragem que fizeram eu te chamar no WhatsApp, coragem garota. Se eu tive você pode ter.

Esquece a vergonha, esquece a timidez, esquece até que essa será a primeira vez. Esquece e foca no copo que estará em cima da mesa e no cara com um sorriso meio idiota que estará ao seu lado. Pensa que ele está tão nervoso quanto você, mas não deixa transparecer, as borboletas também voam pelo seu estômago e ele não sabe se aquela era a hora de pôr a mão sob a sua coxa, mas repara bem nele, olha de novo, você vai notar como ele sempre vai aumentar aquele sorriso meio idiota quando você falar com ele, porque ele fica sim meio idiota ao falar com você, ele gosta do tom da sua voz e de como ela toca suave nos seus ouvidos, é inevitável o sorriso. É que com você, ele meio que perde o controle.

View this post on Instagram

Deixa essa vergonha pra lá!

A post shared by Um Quarto De Palavras (@umquartodepalavras) on

Deixa essa vergonha pra lá, por quinze minutos, nada além disso e eu prometo que você ficará à vontade. Prometo que me esforçarei ao máximo para evitar qualquer tipo de constrangimento, o esforço valerá a pena se for para estar contigo, mas sei lá, as vezes a verdade escapa, não conseguirei passar uma noite inteira sem fazer algum elogio ao teu sorriso. Eu disse que me esforçaria. Timidez é um medo, uma forma de reação ao desconhecido e meu pai sempre me disse que eu devia enfrentar meus medos. Deixa eu te ajudar a enfrentar o seu, à dois tudo é mais fácil. Ainda mais quando o segundo elemento é alguém com tamanha vontade de te conhecer melhor.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Twitter, Instagram e no Snapchat como brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com.

Anúncios

4 comentários sobre “Deixa essa vergonha pra lá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s