Mulher

Pensar num texto para o Dia das Mulheres é pensar nas mulheres que fizeram dos seus dias mais felizes. Não há um homem que não teve como primeira mulher de sua vida, sua própria mãe. Recém-nascido, dependente de tudo, sem conseguir falar, andar, comer. Tudo isso necessitava de uma ajuda especial. Essa ajuda vinha de nossas mamães, que se doavam integralmente, passavam noites sem dormir ouvindo seu chorinho incômodo, faziam aviõezinhos com a comida e não pediam nada em troca. O máximo que nós, pequenos bebês babões, conseguíamos devolver, era um sorrisinho de vez em quando, o que já provocava a maior felicidade que essas mulheres podiam sentir.

Falemos de outra mulher importante na sua vida. A que cuidou do seu nascimento. Aquela obstetra que acompanhou sua mãe nos derradeiros momentos que terminariam no seu nascimento. Que viu seu primeiro choro, suas primeiras lágrimas, seu primeiro suspiro de ar. Além disso, porque não falar das enfermeiras que ficaram te olhando no período que você estava na maternidade?

Apenas alguns dias de vida, e tantas mulheres cuidando de você. Fortes, decididas, complexas, determinadas.

Com o passar do tempo, você foi descobrindo novas mulheres em sua vida. Vovó, sempre de braços abertos pra recebê-lo em sua casa, amenizando broncas dos pais, rindo de suas brincadeirinhas bobas e fazendo com que você se acabasse nos doces maravilhosos que ela fazia.

As irmãs, sempre pestes, que a gente aprende a gostar. Conforme a gente vai crescendo, descobre que é com elas que você vai dividir suas angústias, segredos, fofocas de família e momentos do cotidiano que, com certeza, deixarão saudade.

As amiguinhas de escola, a primeira namoradinha nessa época. Aquela primeira paixão, que te deixa totalmente idiota. É aí que você percebe, pela primeira vez em sua vida, o poder das mulheres sobre você. Não adianta espernear, não adianta insistir, são elas que irão te controlar e só resta ir chorar no colo da mamãe (mais uma vez, uma mulher salvando sua vida).

Aliás, o que é o colo se não o afago de uma mulher sobre sua angústia? Suas dores, o amargo da vida, tudo isso vai embora. E você sente como se tivesse deitado em um travesseiro de nuvens, pronto pra ninar por tempo indeterminado por ali.

O tempo passa mais ainda, somos apresentados à vida, e nossa consciência faz com que, cada vez mais, admiremos as mulheres e toda sua complexidade e singularidade.

Basicamente, falei de mulheres que você conhecerá na vida, mas cada um tem um rumo diferente. Alguns conhecerão mulheres de natureza, de viagem, de “não me toques”, de vaidade, de singelos toques macios, de caminhadas, de poemas, de músicas, de humanas, de exatas. Todas, lindas e perfeitas naquilo que gostam de fazer.

Não posso terminar esse texto sem cair no clichê de agradecer a todas elas. Num mundo tão machista como esse, só consigo pensar quão babaca é um homem que sente-se superior a alguma mulher. Somos eternos bebês sob seus cuidados, essa é a verdade. Não pensamos em duas coisas ao mesmo tempo para evitar nós na cabeça e também não conseguimos entender como elas conseguem pensar em tudo. Não as entendemos, nem deveríamos tentar. Afinal, ser mulher é se entender como uma. Em toda sua magnífica beleza.

 

Lucas Fiorentino – clique para me conhecer melhor.

Curta nossa página ! E se você tiver um nos siga no tumblr !

Também estou no Instagram como @lucasfiore_

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um email para umquartodepalavras@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s