A Bailarina

Se equilibrava na ponta dos pés como ninguém, silenciosa e ágil todas as noites entrava no meu quarto e invadia meus sonhos, trazendo consigo toda a sua beleza e aptidão para me tirar da realidade, com ela, não existia impossível, na ponta dos pés ela ficava também para alcançar minha boca, tamanho nunca fora seu forte.

Mostrava toda a sua elasticidade ao se esgueirar pelas brechas da minha cama e conquistar o cantinho que ela batizou com o seu nome, tamanho apreço que tinha por aquele pedaço de colchão próximo à parede, ela me dizia que com a parede de um lado e o meu corpo de outro se sentia protegida de todos os males, embora o mal maior estava logo ao lado dela, corria o risco de ganhar algumas marcas se passasse a noite comigo. Se esgueirava também pelo meus braços e desviava da minha boca, “porque é legal ver a sua cara de vontade” ela me dizia.

Seus rodopios me deixavam tonto, sempre perguntava como ela não ficava tonta, “o truque é dar um tranco de leve na cabeça” ela me respondia, então eu girava na cadeira e provava que a teoria dela estava errada, mas eu acho que o que realmente me deixava tonto era ela, sou completamente maluco por ela e a tontura, é só mais uma das coisas que ela causa em mim, segundos de boca aberta e calafrios ao toque são alguns outros sintomas.

Com seus saltos fugíamos rapidinho dos olhos do público e nos escondíamos em qualquer canto que coubesse qualquer coisa maior que um corpo, um corpo e meio nos bastava, ela tinha uma capacidade particular de se fazer caber em qualquer canto, você ficaria impressionado em ver as posições que ela dorme no carro, seus saltos também eram eficientes para fugir de mim quando fazia algo que a irritasse.

Completamente encantado com tamanha sutileza e elegância em todos seus pliés, jetés e grandes jetés – agradeço ao Google por me ajudar com esses nomes – me vi totalmente entregue às graças dela e depois de tanto tempo fazendo show solo, ela me tirou para dançar. E até hoje me vejo por aí, rodopiando ao lado dela.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página ! E se você tiver um nos siga no tumblr !

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Anúncios

Um comentário sobre “A Bailarina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s