Decepção de um artista

As luzes se apagam e o show acaba

Mas o artista sempre devaneia olhando as cortinas fechadas a sua frente.

Tudo o que resta são os sons do outro lado

Inspiradores

Como um “muito obrigado” bem dado.

 

Cidades inteiras olhando

E você nem aí para o artista.

Fere muito um olhar de indiferença

Mesmo que esteja entre tantos olhares de solidariedade

Se não fosse tão egoísta e sentimental, não seria assim artista

 

E esse sentimento, que o fez ser o que é

Pioneiro na arte de fazer arte

Trouxe a ele a dor de não possuir aquele fã

Que sempre procurou orgulhar

 

E nem mesmo as flores no palco

E nem mesmo os gritos chorosos

E nem mesmo o abraço aconchegante de estranhos

Trouxe a beleza que seria

Ter aquele coração como seu agrado

Lucas Fiorentino – clique para me conhecer melhor.

Curta nossa página !

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s