De alguém que ainda não chegou

Esse é pra você,
Que não suportando mais a ausência,
Saiu à procura de alguém,
Alguém que fosse presente,
Talvez não fisicamente,
Mas que ouvisse suas jabuticabas,
Que são tantas né?

Esse é pra você,
Que provavelmente já sofreu tanto,
Que se calejou pros próximos que vierem,
Mas espera que o próximo não seja assim,
Porque se for,
Que ele não venha.

É pra você,
Que ficou sem chão por tanto tempo,
Que aprendeu a levitar,
Agora você voa
E só quer alguém que voe junto,
O céu é muito grande para ser só teu.

É pra você,
Que ao se ver sem saída,
Resolveu derrubar a parede
E que agora precisa de alguém,
Alguém que arrume a bagunça,
Alguém que cuide bem,
Do teu coração,
Do teu corpo,
Da tua alma.

Esse poema é pra você,
Sem rimas mesmo,
Feito com toda a sinceridade possível,
De alguém que entende tuas dores,
De alguém que partilha das tuas cicatrizes,
De alguém que ainda não veio.
De alguém que vai chegar.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nosso 1/4 de página no Facebook !

Anúncios

Um comentário sobre “De alguém que ainda não chegou

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s