Faz parte do meu show

Assim como Cazuza “te pego na escola e encho a tua bola com todo meu amor”, só Deus sabe o efeito que elogios tem em você, não sei se são os de todas as pessoas ou só os que vêm de mim, pra dar graça gosto de pensar que sou especial e que o seu sorriso só é encabulado mesmo quando minha boca te diz o quão linda você está hoje, assim como sempre.

Te deixo na sua casa e me despeço com um beijo rápido na boca e um sorriso logo após o beijo, bem cena de filme, não sei porque, mas gosto de retratar cenas de filmes românticos no meu cotidiano amoroso, talvez porque eu imagine que algumas das minhas histórias dariam filmes. No decorrer da tarde te mando uma mensagem, te convido pra sair, você decide, cinema, bar, restaurante, estou a seu dispor, mas você me conhece e sabe como eu amo bares. Óbvio que escolhe bar. Te pego as 21.

Enquanto você desce as escadas do seu prédio eu penso em alguma coisa pra te deixar sem graça, quando você tenta abrir a porta e não consegue, abaixo o vidro e digo algo como ” Você tá muito bonita, se você entrar nesse carro vou ser obrigado a te beijar.”, podre? Com toda a certeza, mas funciona, você solta um sorriso e diz “para de ser bobo e me deixa entrar Bruno! “, quando você entra imediatamente cobro meu beijo, prontamente dado.

Escolho o lugar à céu aberto no segundo andar do bar, gosto desse clima frio, faz você ficar mais próxima de mim e eu caprichei no perfume justamente pensando nisso. Você recebe mensagens das suas amigas, elas querem sair, digo pra você chamar elas, chamo meus amigos também. A noite tinha tudo pra ser boa, começamos sozinhos, passamos parte dela rindo com os amigos e acabaríamos sozinhos.

Faço questão de estar segurando sua mão quando meus amigos chegam, pra mostrar a beldade que eu consegui, sei como vocês gostam dessas pequenas demonstrações amorosas entre nossos amigos, mostra que temos orgulho de estar com quem estamos e você me enchia de orgulho. Suas amigas chegam logo em seguida, amo as amigas, faço questão de cada uma delas goste de mim, assim, sempre terei opiniões ao meu favor mesmo estando longe.

A noite rende, meus amigos começam a tirar com a minha cara e você entra na onda, mais motivos pra ganhar beijos, faço a minha cara de pena como quem pede por um beijo de piedade, mas logo em seguida rebato as críticas e digo “melhor ser gago do que ter essa voz de traveco”, sua cara foi épica – toda mulher tem esse fraco pela voz – suas amigas se acabaram de rir, você fingiu ter ficado brava, mas eu sei que era só draminha pra eu dizer algumas coisas ao pé do teu ouvido, óbvio que disse.

Deixo algumas das suas amigas em suas respectivas casas e te convido pra dormir comigo, como já sei que você e minha irmã se dão bem não vejo problemas, depois de algum tempo pensando você aceita, que mal faria? Você vem pra casa, como sempre, te dou minha camiseta e você resolve dormir sem shorts, pernas pra que te quero…

Os detalhes da noite eu não contarei, prometi que não sairiam daquelas 4 paredes, cumpro minhas promessas, de manhã você diz que precisa ir pra casa, te deixo lá, afinal a carona faz parte do show e finalizo a despedida com um beijo na testa, aqueles que passam proteção e segurança, sabe ? Os contos, os poemas, é tudo parte do show. E a platéia é você

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página e nos siga no Tumblr !

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

2 comentários sobre “Faz parte do meu show

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s