PAREM AS MÁQUINAS

O mundo está em crise! Cadê o amor? As pessoas parecem que não se entregam mais a nada, falam com você, mas estão sempre a espera de uma resposta no celular, esperam uma resposta no celular e demoram para ter uma resposta programada, perfeita. Não existe mais espontaneidade ou entrega.

Vivemos de imagens, no Facebook temos opiniões e vivemos uma vida perfeita, Namoramos, mas estamos sempre de olho no “mercado”, temos um pé fora para tudo, não nos prendemos mais, relacionamentos não são mais sólidos, são líquidos e escorrem a cada segundo.

A sociedade está em crise, se apaixonar é cada vez mais raro, se entregar é algo inexistente, não se vê mais casais que confiem plenamente um no outro, que se amem, aquele amor completo que não se resume à declarações no Instagram, fotos no snapchat e apelidos fofos em contato.

Não se encontra mais o amor que com meias palavras faziam sorrisos inteiros, que flores eram dadas só pra agradecer a existência da pessoa, que beijo na testa representava mais que qualquer outro gesto, não há mais gestos românticos, o romantismo acabou, o mundo não tem mais graça, parem as máquinas, eu quero sair.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s