Ela, ele, nós.

Ela queria, ele queria, mas no início a falta de coragem dele e a maturidade dela impediam que um tivesse outro, ele parecia diferente, fazia ela sorrir e cumpria com promessas, mas ele não conseguia ter o momento, não sabia cria-lo. Ela cansada de esperar, não esperou.

Ela queria, ele queria, mas tinha outro, ele voltou a falar com ela que aparentemente gostou de voltar a falar com ele, entre sorrisos e abraços, ele se apaixonou de novo, ela saia com outro, mas no fundo queria ele, mas ele já havia desperdiçado uma oportunidade e o outro foi rápido. Ela queria, ele queria, mas o outro também quis.

Ele queria, ela queria, eles se encontraram numa festa, e em outra, e de festas e almoços surge novamente a paixão, ela presa no passado resistia ao eventual erro, ele queria fazê-la esquecer o passado, ela disse que não queria mais, ele queria mais era beber, e o fez, o fez até demais, ela viu ele com outra. Ela chorou, ele chorou, ela sumiu.

Eles se viram em outra festa, ele se declarou pra ela como uma súplica desesperada, ela presa novamente, mas no presente, disse que o outro, tinha voltado, ambos choraram, ele foi embora. Ela queria mais, ele sumiu.

Hoje eles se encontraram novamente, ele falou com ela, ela falou com ele, ela sorriu, ele sorriu, ele não tem outra, ela…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s