Brincar com o nosso futuro e moldar a nossa história conforme a tua boca me guiar. Me conta os teus anseios e explica detalhadamente cada aspecto do teu passado.

Fala dos teus amores e de como seu coração passeou por quartos e festas até encontrar o mesmo compasso arrítmico que o meu. Mas óbvio, que esse compasso se desencontrou muitas vezes até finalmente entrar em sincronia.

Demonstra o quão instável teu humor consegue ser que eu te mostro como o meu é idêntico, e aí a gente ri da nossa loucura. Porque a sua, parece um pouco com a minha. Passa a tua batata no meu sorvete e não julga quando eu comer pizza com ketchup, dá um pouco da tua loucura pra mim que eu compartilho as minhas contigo, porque poucas coisas nessa vida são tão gostosas quanto ficar louco com alguém.

Quero descobrir o teu dia. Fala do teu pai e como ele te irrita de vez em quando, conta dos rolos das tuas amigas, da quantidade de prova na semana que vem e quando o assunto acabar, se encosta no meu peito e pede, com aquele teu jeitinho único, pra mudar a série na televisão, mesmo sabendo que vai acabar dormindo nos minutos inciais do episódio. O que importa é a companhia é algum barulho pra ninguém ouvir o que vem a seguir, porque moça;

Eu quero te descobrir.

Sentir cada palmo do teu corpo passeando sob a minha boca e os teus pêlos se arrepiarem quando o tom vermelho das minhas unhas começarem a formar alguma arte abstrata nas tuas costas. Quero conhecer teu ponto G, H, I, J.. todos o alfabeto que faz o teu ar faltar, assim você me inspira.

Descobrir o que te faz sorrir e o que te faz chorar, se prefere dormir do lado da parede ou na beira da cama, toddy ou nescau, qual sua cor, comida e bebida preferida, gosta de viajar? Porque contigo eu conheceria o mundo. Italia, Espanha, México e até o Japão. Quero te descobrir enquanto descobrimos o mundo. E caso o dinheiro não permita, a gente viaja da minha casa pra tua. A distância é menor, mas o passeio vai ser igualmente gostoso.

Eu quero te descobrir. Te fazer história, conto, poema e, se o tempo permitir, livro. Contar ao mundo a nossa história, que embora não seja das mais bonitas, será a mais original, tudo ao teu lado é sem precedentes.

Quero te descobrir. E não se preocupa com o frio, pode usar meu corpo pra se esquentar.

Me segue no twitter!

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor.

 

 

Bruno Amador