Gosto muito de te ver, leãozinha. Com a tua juba toda bagunçada de manhã e o rosto pedindo mais algumas horas de sono. Teus olhos encarando o nada enquanto você busca força pra sair da cama. E é depois de soltar um rugido ao bocejar e esticar o corpo que os teus pés pisam no chão, com um andar lento observa os raios de sol entrando pela janela da sala e se dirige à cozinha pra buscar um copo d’água.

Gosto muito de você, leãozinha. Das tuas unhas e de tudo que você consegue fazer com elas. Dos teus dentes e de cada mordida que eles me dão. Gosto dos teus olhos leãozinha, da seriedade que eles transmitem, da calma que eles me dão e da vontade de olhá-los o tempo inteiro cada vez que me aproximo de ti. Gosto da tua boca e dos beijos que você me dá. Da tua voz e da tua risada, gosto do teu sorriso, leãozinha.

Para desentristecer, leãozinha, o meu coração tão só. O destino resolveu te pôr no caminho e a minha criatividade deu um jeito de te pôr nas minhas linhas. Para me fazer sorrir, leãozinha, basta encontrar você no caminho.

Um filhote de leão, mandona, expansiva e encantadora. Prova viva da seleção natural de Darwin, sua aparência atrai a presa. Mantém suas unhas afiadas pra poder marcar quem resolver se envolver nos seus braços. Os dentes, sempre brancos, são usados com frequência após beijos. Só que em meio a toda essa grandeza, que só a rainha da selva poderia ter, se esconde um ser delicado que se derrete com um toque na juba. Sempre bem penteada, impecável.

O meu coração é o Sol, leãozinha. E com o teu jeitinho, você conquistou um espaço sob os seus raios. Não vou dizer que não gosto, porque seguindo a música;

Eu gosto de te ver ao Sol, leãozinha. Do reflexo que ele tem na tua pele, da tua cabeça apoiada sob ele e quando você resolve beijar bem devagar e acaba passando por ele no caminho. Ah, leãozinha, me arrepio só de lembrar.

Gosto de ficar ao Sol, leãozinha. Com a tua mão sob a minha e com os teus olhos me observando. Sob o teu olhar me sinto bem cuidado, me sinto seguro. Sob o teu toque, volto a ser criança. A verdade, leãozinha, é que eu gosto de estar contigo.

Gosto muito de você, leãozinha.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

*foto da Eduarda Belarmino

Depois dá uma olhada na ONG que ela participa, os Anjos Solidários 🙂

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com

Bruno Amador