Se ela soubesse que eu sempre sento de frente para poder olhar seu rosto

Me encararia mais,

E que suas bochechas ficam coradas depois da terceira taça de vinho

Ela abandonaria o blush e viveria no tom leve e tinto.

 

Se ela percebesse o quanto eu adoro beija-la

Manteria os lábios sempre próximos da minha boca,

E usaria menos batom vinho,

Só pra evitar o trabalho de borrar os dedos ao se limpar

 

Se ela notasse que coloco música italiana

Só para ve-lá gingar

Rebolaria ainda mais,

Porque ela é uma tremenda de uma metida

 

Se ela reparasse como as mexas de seu cabelo

Caem lindas, largadas pelo seu pelo rosto e nuca

Só andaria com coque improvisado de caneta.

 

Se ela visse o charme que é

Assisti-la de óculos lendo um livro,

Não terminaria as crônicas de Gelo e fogo nunca!

(Ao menos não tão cedo)

 

Se ela testemunha-se

O tesão que tenho em vê-la se despir

Demoraria mais alguns segundos, pra desabotoar sua camisa

 

Se ela escondesse seu decote,

Meus olhos sofreriam de abstinência

Que bom que ela gosta de se mostrar.

 

Se ela enxerga-se que estou caído,

Tombado, arremessado e largado no chão

De amor e desejo por ela,

Faria ainda mais graça só para provocar

 

Ainda bem que ela não sabe.

 

 

Você já conheceu a nossa loja?

Manoela Amaral – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e no Instagram!

Também estou no Instagram e no Snapchat como @manuamaral

 

 

manoelaamaral