De fácil manuseio e difícil compreensão. Igual toda mulher ela é complicada. Porém possui uma particularidade, ela é baixinha.

Sua estatura pequena faz o sangue subir mais fácil, se irrita com facilidade e com diversas coisas, já fui xingado porque não achei um pug fofo. E sério, pugs não são fofos. Crime capital discordar dela caso eseteja de TPM. Nessa época do mês, vira uma bomba relógio, cuidado.

Não alcança as prateleiras mais altas e só usa salto 6 pra cima, a altura do salto revela o tamanho da importância da ocasião, mas não se engane, seus vans são os calçados preferidos.

Às vezes compra roupa na sessão Kids embora nunca diga isso. Sempre tem que fazer barra em vestidos e calças. Seu tamanho pequeno facilita o ato de levantá-la, os tapas que você levará, dificulta. Ela odeia ser tirada do chão, a não ser que você a beije enquanto faz isso. Por sinal é altamente recomendado experimentar o seu beijo, é algo de outro mundo.

Fica bêbada com certa facilidade, tequila é a bebida para derrubá-la, vodka para levantá-la (em pequenas doses) e possui maior tempo de sobrevida com cerveja e vinho, nunca experimentou absinto e se depender de mim nunca experimentará.

Nunca viu graça nessas brincadeiras idiotas que eu faço quando levanto objetos acima da minha cabeça para ela alcançar, celular, rg, dinheiro, o objeto varia de acordo com a necessidade dela no momento, mas a garota é inteligente, hoje ao invés de pular tentando alcançá-lo, puxa meu queixo para baixo e vai em direção a minha boca, minha mão se move involuntariamente em direção à sua cintura. Rapidamente se afasta e pega o objeto. Eu fico com cara de bobo e ela, linda.

Por ser pequena  consegue sentar de maneiras inimagináveis em uma cadeira, imagina o que ela faz na cama, cabe em qualquer canto, se esconde dentro do seu abraço para se proteger do frio e te deixará maluco ao usar tuas roupas.

Consegue dormir sem grande esforços em carros e aviões, algo que a torna uma companhia não muito boa para viagens longas, não irá demorar para você começar a falar com o nada.

Não pense que por ser pequena, ela é frágil.

Aguenta muita porrada, metaforicamente falando, pelo amor de Deus não vai bater nela.

Gosta de abraçar coisas enquanto dorme, assim ela se sente protegida, provavelmente usará o teu corpo como travesseiro. Se dá bem com crianças, essencialmente porque fica na mesma altura que elas, mas não diga isso à ela caso não deseje irritá-la. Não a irrite. Toda baixinha é cabeça quente.

Ela é doce como poucas coisas nesse mundo são e doce vicia. Conseguir um beijo dela é uma missão complicada, não gosta de cara cachorro e como as regras são criadas pelo comportamento da maioria, irá automaticamente pressupor que você é a maioria. Logo você é cachorro. Cabe à você provar que não é. É uma juíza difícil de ser manipulada, as provas terão que ser concretas e indiscutíveis.

Gosta de festas, mas seu tipo é mais caseiro, um jantar e cinema é um programa a se considerar se chamá-la para sair.

Ela é baixinha, mas tem um coração gigantesco e um sorriso que rouba o brilho do Sol, existem boatos que quem estraga aquele sorriso é condenado a passar a eternidade se arrependendo do ato. Eu não gostaria de saber se é verdade.

Ela é baixinha e precisa de ajuda para alcançar as prateleiras mais altas, guardar as coisas no armário e às vezes nas tarefas de matemática. Ela é baixinha, mas tem todos os meios para ser gigante entre as paredes do teu quarto.

Me segue no twitter!

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

 

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com.

Bruno Amador