Seu cabelo esparramado pelo travesseiro cobre parte do meu rosto, sou obrigado a retirá-lo de cima de mim quando acordo, ela dormindo se assemelha à um anjo, a mão segura o cobertor próximo a boca, se protegendo do frio que faz fora das cobertas, ocupa um espaço minúsculo por dormir lotada de travesseiros na cama, gosta da proteção que sente ao ficar assim. Ela é bela quando acorda.

Se chama Isabela devido ao sexto sentido feminino, sua mãe já sabia a mulher que sua filha iria se tornar, belíssima. Suas palavras quando feitas para ferir, são proferidas em alta velocidade, fazendo com que ela se enrole entre uma ofensa e outra, às vezes é engraçado, às vezes assusta, depende muito da situação. Sua cara de brava é bela e sempre quando acaba o seu acesso acaba pedindo desculpas. Ela é bela quando xinga.

Tímida, não se solta com muita facilidade, mas a sua simpatia te conquista. Gosta de séries mas prefere música, música desperta sentimentos, a melodia dita o ritmo do seu coração. Deixa o som bem alto porque assim ela não escuta as críticas, casa vazia e música alta a fazem dançar, toda desengonçada, toda sem jeito. Mas ela não liga, ninguém está vendo e se alguém estivesse se encantaria. Ela é bela quando dança.

Se solta no primeiro copo de vodka, não é muito chegada em cerveja, mas não irá recusar se não houver outras opções, não é do tipo que se acaba na noite, ela é contida e se manterá assim, não faz vexame, não passa vergonha, talvez comece a falar enrolado e a andar meio torto. Ela é bela quando bebe.

Belíssima. Hoje 18:15! #isabela #umquartodepalavras

A post shared by umquartodepalavras (@umquartodepalavras) on

Às vezes sem graça, às vezes meio escondido e quase sempre presente nas suas fotos, seu sorriso merecia um parágrafo à parte, uma dádiva divina é capaz de curar o mau humor de qualquer um, ele encanta e atrai. Seu sorriso provoca sem querer casos de apaixonites aguda, tratável somente com um toque dos lábios da causa do problema nos lábios da vítima. Ela é bela quando sorri. Mais bela ainda quando beija.

Ela é maravilhosa e gosta de poesias, sua risada é lírica, sua ida é dramática e o seu beijo é épico.

Ela é bela. Belíssima. Isabela.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página! E se você tiver um nos siga no tumblr e Instagram (umquartodepalavras).

Também estou no Instagram e no Snapchat como @brunoamador

Se você tiver alguma crítica, sugestão, elogio ou só queira falar conosco, mande um e-mail para umquartodepalavras@gmail.com.

Bruno Amador