E se o silêncio nos dominar, amor, me beije, sem nem pedir permissão. Você sabe que eu já estou na tua e que sou orgulhosa demais para admitir então me puxe pelo braço, pelo cabelo, me empurra na parede, pega na minha nuca, sussurre no meu ouvido e me faça arrepiar.

Vem com aquele seu charme galanteador, seduzente, misterioso e me beije com vontade, daqueles beijos que te fazem perder o rumo, perder a noção do tempo, que me faça perder o fôlego, que deixa aquele gostinho de quero mais. Me beije, e me faça sentir como se estivéssemos nos apaixonando.

Esqueça tudo e faça que o seu beijo se torne inesquecível, desses que viciam mais que qualquer outra droga. Eu estou disposta a me entregar, aliás, você fica muito mais bonito quando está me beijando. Um beijo que vai mudar a sua, a nossa vida. Só me beija, ou então, eu te beijo.

Me pegue a meia noite, quando as luzes estiverem apagadas, dirija para longe, com os vidros abaixados, sem rumo algum, bem do jeito que gostamos, me deixe em chamas e me leve ao paraíso.

Diga que não para de pensar em nós dois, me beije daquele jeito clássico como nos filmes, e por mais que eu tente esconder até os mais tolos verão o quanto eu estou apaixonada, apenas ouça de mim o que ninguém pode mudar. Não vamos mais perder tempo, me deixe deitar a cabeça em seu ombro e agradecer por ter você. Me deixe gostar dessa confusão que sinto quando estou contigo, que mistura amizade e desejo e que parece não ter fim.

E quando tudo isso terminar. Me beije. Feliz aniversário gabi!

A post shared by umquartodepalavras (@umquartodepalavras) on

E depois disso toma conta do meu coração, da minha vida, me tire do sério, me tire do tédio, me provoque, me desafie, me faça sorrir, me faça vomitar declarações à você, passar noites em claro, sentir o famoso frio na barriga, morrer de ciúme, vire meu mundo do avesso e o faça girar cada vez mais por você, me ame, me faça te amar. E quando tudo isso terminar. Me beije.

De novo.

Gabriela Schuller

Esse é um texto colaborativo, um projeto aqui do site em que as pessoas mandam textos e nós postamos os que mais gostarmos, podemos omitir seu nome se preferir, só pedimos um mínimo de 450 palavras para textos, ou que os poemas estejam divididos em versos. Você pode entrar em contato pela chat da página, ou comigo mesmo pelo Facebook. Ou pelo email umquartodepalavras@gmail.com, só coloque no assunto “texto colaborativo”. Se você não quiser que seu nome apareça podemos colocar uma abreviação ou nem colocar nada.

Bruno Amador