Hoje você descobriu que ela está com outro, atualizou seu Instagram e viu a foto, ali, jogando na sua cara que ela estava feliz sem você, algo que você não imaginava que fosse possível, ela se foi, você ficou. Seu coração parou por um instante, você sentiu um frio na espinha, ela ficou tão gelada, que você ficou imóvel por alguns minutos, você congelou. Seus olhos, incrédulos, começaram a produzir lágrimas, sua mente, inquieta, buscou todos os momentos que passaram juntos, suas mãos, tremendo, tentavam rolar para baixo a tela do celular, ineficaz, seus pés buscavam o chão, mas não encontravam nada, de repente, você se viu em queda livre e aquela que te impedia de cair, tinha ido embora.

Você a deixou ir, pensou que era a coisa certa se distanciar por um tempo, ela não te satisfazia como antes, ela tinha te avisado que ela estava pra baixo, era uma fase, mas você pensou que um pouquinho de distância faria bem, jurou que ela voltaria correndo depois de um tempo implorando para lhe ter de volta e pra variar, você errou em tudo. O por enquanto durou muito mais do que o esperado, meses se passaram e você não tinha notícias dela, pensou em chama-la, mas sabe como é essa coisa de orgulho né? Resolveu esperar mais um pouco.

A questão, é que ela não esperou. Resolveu seguir em frente, se aventurar por aí, conheceu pessoas novas, interessantes, enquanto você a esperava, ela te esquecia. Você começou a pensar nela de novo, lembrou de como ela sorriu depois do primeiro beijo de vocês, começou a lembrar de cada pequeno detalhe dela, daquela cicatriz na coxa, das pintas nas costas, das noites que viravam dias, você se lembrou do jeito que ela arrumava o cabelo pondo-o pra trás mesmo ele insistindo em cair pra frente, principalmente quando ela estava irritada, e quando você lembrou dela irritada, você lembrou que ela sempre te dizia que não conseguia ficar brava com você, o que não era mentira, vocês nunca tiveram uma briga real, vocês tinham pequenas discussões e meu amigo, quando você lembrou da voz dela dizendo que te amava, você desabou.

E então você resolveu fazer o que deveria ter feito há meses, você pegou o telefone e ligou pra ela em desespero, disse o quanto a amava, que sentia falta dela e de como o mundo era mais divertido ao seu lado, foi longe, bem longe, disse de planos de casamento, filhos, casa de praia, campo, até que foi interrompido por ela, ela riu – você lembrou de como gostava daquela risada – disse que também sentia falta, mas que aquilo tudo era passado, agradeceu por cada momento que passou ao seu lado, mas enfatizou, agora era hora de seguir em frente. Mas você não vê nada além de retornos.

Bruno Amador – clique para me conhecer melhor

Curta nossa página ! Também estamos no tumblr 🙂

Também estou no Snapchat e Instagram: brunoamador

Bruno Amador